29 de julho de 2010

O verdadeiro serviço público

Isto de ir de férias e apanhar uma gripe logo no primeiro dia tem as suas vantagens. Já que não posso sair de casa, aproveito para ver os maravilhosos programas que a televisão tem para oferecer durante o dia. Precisamente num desses programas (no caso, na RTP 1) descobri alguma da melhor música portuguesa actual, devidamente acompanhada pelo João Baião aos saltos (há que reconhecer que não é qualquer um que aguenta um programa de mais de 5 horas sempre naquele ritmo, que ele tem energia, lá isso tem). Ora bem, deixo-vos aqui alguns exemplos que achei por bem partilhar convosco, já que não sou egoísta.

O primeiro é o Zé do Pipo, pelo que me parece um pretendente ao trono do Quim Barreiros. Embora neste vídeo não se veja bem, o bigode é falso e, na actuação durante o programa, estava meio descolado, o que lhe dava um ar ainda mais parvo interessante.



Seguiram-se as Cravo e Canela, duas moças com tanto jeito para cantar e dançar como eu, com a diferença que eu não vou fazer figuras tristes para a televisão.




Houve ainda o José Qualquercoisa Reis, que nitidamente pretende capitalizar com a utilização de um nome parecido com o do José Alberto Reis, esse grande vulto da pimbalhada música romântica portuguesa. O melhor deste era mesmo o coro, com fatos a lembrar os vestidos de espanhola que as meninas usam no Carnaval. Mas como não me lembro do nome exacto do senhor, não há vídeo a ilustrar.

Ainda actuaram também o Emanuel, que dispensa apresentações, o Graciano Saga, mas esse já teve direito a destaque aqui há uns dias, assim como um grupo de Kuduro que se queixava do calor que estava para andar a fazer aquelas piruetas. Pudera! Estavam na praia do Baleal, às 4 da tarde, à torreira do sol, todos vestidos incluindo gravata. Esperavam o quê, neve?

Escusado será dizer que todas estas actuações em directo foram realizadas no mais puro e mal disfarçado playback. E pronto, assim se alargam os horizontes musicais das domésticas, doentes, reclusos e outras pessoas que não podem sair de casa. Este sim, é o verdadeiro serviço público.

8 comentários:

Ulisses disse...

O meu comentário é:

-Sem comentários...

:)

Vício disse...

zé do pipo é o melhor que há! principalmente quando o assunto é bacalhau...

Vera, a Loira disse...

Não sabes a tristeza que é não ter som neste momento, mais logo volto, não posso perder isto, também quero alargar a minha cultura.

Tulipa Negra disse...

Ulisses, e eu não falei dos entrevistados e das reportagens! Talvez mais logo...
Beijinhos


Vício, concordo. Neste caso, é mais cereais.
Beijinhos


Vera, tens mesmo de ouvir, vale a pena.
Beijinhos

kawamura disse...

Aaahhhh.... coisamailinda que são as tardes da rtp... qui sáudádji...

Tulipa Negra disse...

Kawamura, eu também já tinha saudades... :)
Beijinhos

Tulipa disse...

As melhoras rápidas!!!

Tulipa Negra disse...

Tulipa, obrigada! Espero bem que passe depressa, caso contrário não sei o que se seguirá...