9 de julho de 2010

Longe

Eu costumo dizer que só quem passa por elas é que sabe o que custa. Visto de fora, é tudo muito bonito, parece um mar de rosas. Desenganem-se: não é. De todo. Simplesmente, colocamos um sorriso no rosto a disfarçar a dor que vai cá dentro e seguimos em frente. Fazemos de conta que está tudo bem, que corre tudo às mil maravilhas, para não preocupar os outros, porque não queremos sentir-nos culpados pelas suas angústias. Brincamos, dizemos disparates e rimos à gargalhada, mas na verdade somos como o palhaço que tem um sorriso gigante pintado no rosto, enquanto a alma está triste. Por isso ninguém compreende o que sentimos, acham estranho quando dizemos que estamos fartos e não acreditam que possa ser verdade. De vez em quando, muito raramente, descaímo-nos e confessamos que há qualquer coisa que não está bem – porque também precisamos de desabafar. Mas lembramo-nos subitamente que não queremos preocupar aquela pessoa e acabamos por dizer que é só uma dor de estômago, nada de especial. Não é nada. Nunca é. O que dói não é o estômago, é a alma e o coração. O que dói é não estar lá, naquele lugar especial, com aquelas pessoas. O que dói é a saudade. O que dói é estar longe.

7 comentários:

Vera, a Loira disse...

E como eu sei a dor da saudade. Acho que é o que mais sei neste momento. E esse sorriso de palhaço.

Beijos.

Tulipa Negra disse...

Pois, há dias em que não é nada fácil.
Beijinhos

Kawamura disse...

Ui, partilho da mesma doença... Já me aconteceu desatar a chorar em pleno metro a caminho de casa. As pessoas têm limites e por vezes não dá mesmo mais para aguentar... Força e pensa que tudo o que estás a fazer, por mais penoso que possa ser, vale a pena.

Bj
João.

viajanteintemporal disse...

Não senti o que sentes mas imagino e acredito que é dificil. Força e beijinhos.

Tulipa Negra disse...

Kawamura: Às vezes é mesmo muito complicado, embora ao princípio fosse muito pior. Mas eu normalmente aguento até chegar a casa... :)
Beijinhos


Viajanteintemporal: É como eu digo, só passando pelo mesmo. Obrigada pelo incentivo.
Beijinhos

cai de costas disse...

Depois digo-te como é.
Early days.

Tulipa Negra disse...

Cai de costas: boa sorte, não sabes o que te espera! :)