13 de julho de 2010

Apetece-me

Sair daqui. Ir embora e não voltar. Levantar-me da cadeira, abrir a porta do escritório, descer no elevador, sair para a rua e ir apanhar ar fresco, sol, o vento na cara. Deixar para trás o ar condicionado e o trabalho por fazer. Passear na floresta, na cidade, junto ao rio, a pé, de bicicleta. Comer um gelado. Conversar. Sentar-me num banco de jardim a ler um livro. Cheirar as flores. Ver as crianças a brincar, os cães a correr. Abraçar-te. Beijar-te…

6 comentários:

Imperator disse...

tem piada, também a mim me apetece fugir para um outro sítio qualquer longe das quatro paredes que me rodeiam

Tulipa Negra disse...

Parece-me que este começa a ser um mal geral.
Beijinhos

Vera, a Loira disse...

Eu ainda agora cheguei e fugir era sem dúvida a melhor opção.

Tulipa Negra disse...

Vera,
sinto sempre isso quando regresso de férias. :)
Beijinhos

Fê-blue bird disse...

Agrada-me o seu apetite ;-)Tem bom gosto

Beijinhos

Tulipa Negra disse...

Fê,
Obrigada! Concordo, claro.
Beijinhos