14 de dezembro de 2010

Constatações de uma festa de Natal no escritório

Durante o dicurso da Directora não tocou um telemóvel. Tocaram dois.

E digam o que disserem, que o colesterol isto e aquilo, e mais as doenças cardiovasculares e a hipertensão e os ataques de caspa nas unhas, mas o certo é que quando se juntam pessoas de várias nacionalidades, havendo especialidades gastronómicas das mais variadas origens europeias, a comida portuguesa é sempre a primeira a desaparecer. E ainda perguntam se não há mais!

De desaparecimento mais rápido, só mesmo as bebidas alcoólicas. Chego até a pensar se Houdini não terá voltado, reencarnado numa garrafa de vinho tinto…

3 comentários:

Vera disse...

Imagina quando for o meu, que trabalho só com homens.

Malena disse...

Houdini reencarnado numa garrafa de tinto é lindo! :P

Tulipa Negra disse...

Vera, coitada... Boa sorte!


Malena, parece-me que a reencaração não é tão boa como o original. Ainda por ali andam uns copos com uns restos de Houdini... :)