26 de novembro de 2010

A todos vocês

A todos os que por aqui passaram e deixaram palavras de coragem e de carinho. Por estranho que possa parecer, ajudam. Muito.


Mal nos conhecemos
Inauguramos a palavra amigo!
Amigo é um sorriso
De boca em boca,
Um olhar bem limpo
Uma casa, mesmo modesta, que se oferece.
Um coração pronto a pulsar
Na nossa mão!
Amigo recordam-se, vocês aí,
Escrupulosos detritos?
Amigo é o contrário de inimigo!
Amigo é o erro corrigido,
Não o erro perseguido, explorado.
É a verdade partilhada, praticada.
Amigo é a solidão derrotada!
Amigo é uma grande tarefa,
Um trabalho sem fim,
Um espaço útil, um tempo fértil,
Amigo vai ser, é já uma grande festa!

Alexandre O'Neill

9 comentários:

cai de costas disse...

Likewise ;)

Tulipa Negra disse...

Cai de costas, eu sei. ;)

João disse...

aposto que Graciano Saga um dia destes vai cantar este poema ou dedicá-lo aos seus fãs!

Vício disse...

e se rodasses a tulipa 180º não ficavas melhor?
é que ela já deve estar farta de estar virada para baixo...

Tulipa Negra disse...

João, o GRANDE Graciano Saga tem poemas muito melhores, como tu bem sabes! :D
Beijinhos


Vício, ora aí está uma bela ideia. Vou ver se arranjo uma foto melhor, de cabeça para cima.
Beijinhos

Manuela disse...

Querida Tulipa, sempre pela amizade, mesmo que seja só virtual.
Beijinhos e bom fim-de-semana :)

Tulipa Negra disse...

Exactamente, Manuela, mesmo que virtual. :)
Beijinhos

MZ disse...

Aqui, amigo é partilha.
Um dia também vou escrever um poema a todos os amigos.

bjs

Tulipa Negra disse...

MZ, quero ver esse poema! :)
Beijinhos