5 de novembro de 2010

Ah, o amor...

Duas notícias, aparentemente sem relação, acabam por se revelar muito semelhantes.

A primeira fala do regresso dos golfinhos roazes ao estuário do Sado. Pelos vistos, descobriram uma nova cria de um golfinho fêmea que tinha partido e agora voltou a casa. Estranho só mesmo o facto de terem chamado Mr. Hook a uma fêmea, é caso para perturbar a identidade de qualquer um. Mas na verdade trata-se de uma história de amor: a fêmea foi até ao oceano, encontrou um namorado (é o que lhe chamam na notícia), teve um filhote e regressou. Não me perguntem se o namoro acabou, se o malvado não quer assumir a paternidade do filho, se Mr. Hook é uma fêmea independente, não sei responder. Mas é uma história bonita.

Tal como é bonita a história dos 33 mineiros chilenos, aqueles que estiveram presos na mina durante 70 dias. Mas mais bonita ainda será essa mesma história contada num filme pornográfico… com argumento! Que mais há a dizer? O amor está no ar e nem sequer é Primavera.

8 comentários:

Tulipa disse...

Hum, sério? oh god! :)

Imperator disse...

e é preciso ser primavera para a raboia???

enquanto se anda na pinocada (consentida), não se está a pensar em fazer mal a alguém

eu sou a favor da Paz!

Tulipa Negra disse...

Tulipa, pois, parece que é mesmo a sério...


Imperator, não é preciso ser Primavera, mas normalmente associa-se essa estação ao amor. E eu também sou a favor da Paz! :)

Vício disse...

com esse nome é possivel que a golfinha tenha mudado de sexo (com subsidio do estado, é claro) e o namorado seja muito hetero...

Tulipa Negra disse...

Vício, golfinhos transexuais... Que mais irão inventar (e subsidiar, também)? :P

Malena disse...

Filme pornográfico na mina?? Só se for homossexual! Ou se houvesse alguma "gnoma" das minas por lá!! ;)

Salvador disse...

O Amor é quando o Homem (e a Mulher) quiser. Não é bem assim, mas devia... rsrsr

Tulipa Negra disse...

Malena, na notícia não mencionam a orientação sexual do filme. E nunca se sabe se aquela mina não era na realidade uma das minas do Senhor dos Anéis, onde até vivia gente e tudo... :)


Salvador, devia ser como o Natal, realmente... :D