6 de outubro de 2010

Coisas que podendo fazer mal ao corpo fazem muito bem à alma

Estar horas a conversar com amigos de longa data no Facebook, por ser impossível fazê-lo pessoalmente. Espremendo bem, o sumo não é nenhum. Não se falam de problemas, não se discutem políticas nem filosofias nem economia nem nada de jeito. Dizem-se disparates, muitos. Tantos que a certa altura a barriga dói de tanto rirmos. Perdemos a noção das horas e quando damos por isso passa da 1 da manhã e não temos sono e queremos continuar ali. Insultamo-nos como sempre fizemos, mas sabemos bem que o fazemos porque nos adoramos. Implicamos e ridicularizamos uns e outros, e visto de fora até pode parecer ofensivo, mas entre nós sempre foi assim e vai continuar a ser. Como dizia uma das intervenientes: há coisas que nunca mudam.
Ainda bem.

10 comentários:

Vício disse...

deve ser bom ter amigos com senso de humor...

Ulisses disse...

Acredita,

...ainda bem mesmo!

:)

Tulipa Negra disse...

Vício, os teus amigos não têm sentido de humor? Estás a precisar de amigos novos!


Ulisses, é mesmo. :)

Vício disse...

por causa de trabalho, estou deslocado geograficamente do "meu pessoal" e sou da opinião que os colegas de trabalho não são necessariamente amigos.
procurando por sentido de humor, que associo a inteligência, na net encontro alguns casos aqui no blog e por isso me dá gozo mante-lo (o contrário se passa com facebooks e afins)

Tulipa Negra disse...

Vício, estava capaz de apostar que não estás mais deslocado do que eu, mas com não sei da tua vida, é melhor ficar calada. Por isso mesmo é que o Facebook me serve para manter o contacto (quase) imediato com esses amigos que não se deslocaram - e que têm muito sentido de humor, de facto!

Tulipa disse...

Uma das grandes vantagens das novas tecnologias, só por isso vale mesmo a pena!

Vício disse...

segundo percebi, estás na holanda. bem mais longe de casa que eu mas o meu problema é que me cansei de falar com os dedos.

(sem referir a minha parte anti-social :D)

Tulipa Negra disse...

Tulipa, é isso mesmo: por muitos defeitos que tenham, permitem encurtar as distâncias.


Vício, não é na Holanda mas é perto. Então o problema é teu, não é do Facebook, ora! E já ouviste falar numa invenção relativamente recente chamada telefone? ;D

Malena disse...

Como eu te entendo! Os piores "nomes" só os chamo a quem gosto de verdade! Mas é de forma tão carinhosa que ninguém duvida! Vivam os amigos! :)))

Tulipa Negra disse...

Malena, acho que só mesmo com os amigos é que se podem fazer estas coisas.
Beijinhos