3 de fevereiro de 2011

Coincidências

Acordei a pensar nos dias que passei em Porto Covo há uns anos. Assim, sem motivo, lembrei-me de como gostei de tudo: da praça central, das praias (embora não as tenha experimentado porque era Abril e chovia), dos passeios pela costa alentejana até ao Algarve (chegámos a Lagos e voltámos para trás), dos restaurantes, das avestruzes e dos burros, das falésias, da Ilha do Pessegueiro... Depois, entrei no carro e no rádio ouvi isto:


Se eu fosse supersticiosa, diria que era um sinal qualquer para lá voltar.

8 comentários:

Imperator disse...

por acaso acho a música um bocadinho melodramática mas pronto.

Porto Covo até que é engraçado, já montei por lá tenda, saboreei as praias (estava um vento desgraçado), deliciei-me num gelado da prime lá no largo, já lá estive em Julho no FMM, 1º dia ainda ouvi-se música, o 2º ficou-se nas imperiais a € 0,80 numa esplanada. Este ano que passou voltei a lá passar e a fazer praia, finalmente têm uma praia naturista, é pequena, como quase todas as praias de porto covo, mas é naturista

a costa vicentina é muito bonita! (Mil-fontes tem uns sítios bastante simpáticos para comer uns belos croissant :-))

Lou Alma disse...

A minha região é uma região muito simpática, às vezes esquecida pelo poder, mas muito simpática
:)

Vício disse...

ou então para ir à frutaria comprar pêssegos :D

Tulipa Negra disse...

Imperator, eu só lá estive uma vez, mas gostei muito de toda aquela zona. Tive pena de não experimentar as praias, mas estava frio. :)
Beijinhos


Lou Alma, se calhar é melhor que o poder se esqueça. Quando se lembra, estraga... :)
Beijinhos


Vício, se calhar tens razão. Mas nesta altura só se encontram pêssegos enlatados... :P
Beijinhos

Rafeiro Perfumado disse...

Ou para mudares de estação de rádio... ;)

Tulipa Negra disse...

Rafeiro, não sei o que será pior. A alternativa é música pimba em alemão... :D

Tulipa disse...

Tb gosto muito de Porto Covo e visitei há pouco :)

Tulipa Negra disse...

Tulipa, eu estive lá em 2007, pensava que tinha sido há menos tempo. Tenho de lá voltar!
Beijinhos