10 de janeiro de 2011

Preconceito, intolerância, estupidez...

Excertos de alguns comentários publicados no site do jornal Sol a propósito da morte de Carlos Castro. Sem comentários, da minha parte...

- O jovem modelo era tao bicha como o outro e se andava com o Castro era por interesse. Um queria um penis vigoroso ou/e um rabinho redondinho, o outro queria andar a curtir sem trabalhar. Provavelmente a bichona mais nova cortou a pila à outra porque descobiru que esta lhe andava a pôr os palitos com outro...

- Este LIXO ANTI-NATURA que o PINÓCRATES tem promovido, lá diz o ditado "diz com quem andas..", devia ser combatido pela sociedade com leis mais duras e não defendido como fazem alguns do mesmo clube.

- Ainda formalizaram uma lei (PS-Cavaco) para o casamento desta canalha. Renato deve ter atuado em legitima defesa de abusos. Eu faria o mesmo. Cambada...

- Lutemos pelo rápido regresso do Renato a Portugal que há cá muitos como o CC à espera do mesmo tratamento.

- ... contas bem feitas, é menos um larila!

- Pese embora tratar-se de uma vida humana que nunca merece morrer desta maneira, penso que gente desta não faz falta à sociedade. Antes, é um mau exemplo para a juventude que merece ter outras referências e nunca estas, transformadas em vedetas pelo telelixo!

- O Carlos Castro foi um prevertido!!!coitado do Ricardo Seabra, um miúdo "empurrado" pelo velho para o mundo da prostituição e do deboche!Deve ter sido violado, sequestrado e abusado em Nova Iorque!!!! UM VELHO DE 65 ANOS A NAMORAR COM UM MENINO DE 20?????agora que venham os FDP desses VIPS com cara de kú, chorarem a morte do larilas perverso....esta gente é quase toda uma escumalha mórbida e desiquilibrada, que vivem à custa do atraso mental deste País e deste Povo!Ainda falam de "paixão" fulminante entre o velho de 65 anos e o menino de 20 anos?????MAS ESTA m**** É ADMISSIVEL????? COITADO DO MIÚDO!!!!OXALÁ O MENINO SE SAFE DESTA TRAGÉDIA PORCA E SUJA!!!

- Estou profundamente chocada pelo facto de ter sido um miúdo de 20 anos a ter tido a coragem de eliminar à face da terra esta PORCARIA a que ainda chamavam Carlos. Espécimes deste género, declarados porcos maricas, já deveriam ter sido eliminados pela sociedade. Coitado do miúdo!

- Ou será que é saudável assistir-se ao desfile deste tipo de «casais» (neste caso formado por um par de indivíduos, um com 60 e tal anos e um rapaz de 20!), como uma coisa perfeitamente normal, como se fosse “amor à primeira vista”, tipo Romeu e Julieta? Aonde chega a demência, Santo Deus, ao ponto dum “cumentador” ter-se referido a um casal, explicando que se tratava dum homem e duma mulher (como se um casal pudesse ser outra coisa) e outro a tecer loas à adopção por homossexuais, que como é sabido assumem práticas contra-natura, isto é anti-procriação, mas que mesmo assim ainda se dão ao descaramento de quererem fantasiar aos papás e mamãs, como se fosse do interesse duma criança “ser filha” de João Roto e Manuel Galinhas.

- Este é mais um dos exemplos com que se está a educar a sociedade de hoje, obrigas esquerdistas de ***@. Para alguns panascões e amigos de panascões, estas aberrações são todas boazinhas, incluindo as que morrem capadas! Que se fod@m todas!

- MENOS UM PANELEIRO

- Nada se perdeu e um pouco se ganhou. Um predador sexual a menos a fazer perigar a vida dos vossos filhos, e outro na pildra onde, e pelo menos durante uns tempos, também não ameaçará muito. Nem sei por que se comentam factos irrelevantes, como o são todos os que concernem a paneleiragem

- "Ó Renato, Se abra, minino, Se abra!" - ouvia o rapazinho, com uma certa frequência, não demasiada, que os 65 anos sempre pesam o seu bocado. E eis que chega o dia em que o Renato decide não Seabrir mais. Em vez disso, abre a navalha, extirpa a origem do "mal", corta ao de leve os pulsos e abala para o hospital mais próximo. Que por acaso não era o dos malucos. Fim do primeiro capítulo. Aguardam-se ansiosamente os seguintes, na imprensa côr-de-rosa (e não só).

- Já se sabe que quem dá, leva. E leva a pila cortada...serviço bem feito!

- A promoção acelarada pelo governo e pelo BE dos direitos "gay", em Portugal, já está a dar os seus frutos. A imagem que está a passar na imprensa mundial é uma vitória para o país. Objectivo alcançado que são as palavras mais ouvidas últimamente.

- Esta notícia é muito mais chocante e escandalosa pelo que implica, na relação de cama de um velho gay com um puto, do que na essência do homocídio!!! O carlos castro arriscou a vida no mundo da marginalidade do sexo gay...e aconteceu! Agora fica o povo português normalito à espera dos comentários e do circo do Funeral com as bichonas gays e pedófilas à beira de um ataque de nervos, todas excitadas e provocadoras, deste país miserável e pobre, em todos os sentidos, à beira mar plantado!

- Esta notícia toca na pedofilia homosexual! um senhor de 65 anos com um rapaz de 21???? Vamos aguardar o funeral mediatico do malogroso cronista e as fitas que se seguem de histeria colectiva da bichona Castelo Branco, do histérico Goucha, das pupus Lili caneças e cinha jardim....Jà se devem estar a preparar para o Circo do funeral com toda a pompa e circunstância nogenta !!!

- Há crise, há crise mas a paneleiragem vai passar fins de semana em Nova Yorque...

- foi morrer longe, coitado... tinha ficado por Lisboa e não o tinham capado...

- As "virtudes do mundo Gay"...

Preconceito, Fábrica de Letras

27 comentários:

Pandora disse...

Quanto ao preconceito da nossa sociedade em relação à homosexualidade, penso que não é novidade para ninguém. Somos uma sociedade fechada, pouco receptiva a pessoas que saem dos " padrões" que ninguém sabe quem estabeleceu.
ninguém lá estava, ninguém pode afrmar ao certo o que aconteceu, de qualquer forma a violência dos factos demonstra que algo de facto aconteceu ( para provocar a reação). O quê? ninguém sabe.

Vício disse...

"devido à velocidade da luz ser superior à velocidade do som, muita gente parece inteligente até que abre a boca" (neste caso não fala mas escreve)

(achei piada ao comentários que fala em "menino de 20 anos". menino????)

Ventania disse...

As palavras vomitadas por esta gente tacanha e poucochinha só me suscita uma emoção: nojo. Profundo.

Ventania disse...

As palavras vomitadas por esta gente tacanha e poucochinha só me suscita uma emoção: asco. Profundo.

Tulipa Negra disse...

Pandora, claro que aconteceu alguma coisa que, provavelmente, nunca saberemos ao certo. O que me choca são estes comentários perfeitamente despropositados. E li uns no Público ainda piores (mas entretanto foram eliminados). Por muito preconceituoso que se seja em relação a qualquer questão, trata-se da morte de uma pessoa. Devia ser mais importante do que a sua orientação sexual.

Tulipa Negra disse...

Vício, o teclado é mais rápido do que o cérebro. Se o tiverem, claro... Pois, menino aos 20: conheço muito boa gente que aos 20 estava casado e era pai de família, mas enfim. Agora o cartão jovem já dá até aos 30, por isso...


Ventania, nem pode suscitar mais nada. Bom, talvez repulsa...

Manuela disse...

Querida Tulipa, sinto uma enorme vergonha, quando leio comentários, como os que transcreveste. Eu que sou uma mulher, com mais de meio século de vida, por vezes penso que vivo ainda em 1973...
Beijinhos.

José María Souza Costa disse...

Passei aqui lendo o que tem pra ler. E observando o que tem para observar. E Exaltando o que tem de ser Exaltado. Estou lhe desejando um Tempo de Harmonia e de muita Inspiração. Entendo ter um blogue Agradavel, muito bom e Interessante. Eu, também tenho um. Muito Simplório por sinal. E estou lhe Convidando a Visitá-lo e, mais. Se possivel Seguirmos juntos por eles. Estarei Muito Grato esperando por Você lá.
Abraços de verdade e, fique com DEUS

B disse...

Um exemplo prático e tão actual vem demonstrar que todos nós, considerados "civilizados", somos capazes de pensar, dizer e praticar as maiores atrocidades e nojeiras quando confrontados com algo que não entendemos.
Eu não entendo, confesso. Mas também não condeno.
Boa participação!

Mz disse...

A homosexualidade continuará a ser um dos preconceitos mais vincados da nossa sociedade.

Este caso mediático de assassinato é sem dúvida chocante e pode acontecer entre casais heterosexuais.
Os crimes passionais são comuns. Mas terá sido este caso, um crime passional?
TErá sido o jovem alvo de pressão para ceder à luxúria sexual a troco de favores que o levaria a um caminho profissional?
Não se comete um crime assim sem um motivo muito forte...

bjs

Tulipa Negra disse...

Manuela, por vezes parece que recuamos no tempo. Basta um acontecimento destes para ver reacções que mais parecem de outros tempos.
Beijinhos

Tulipa Negra disse...

B, não é necessário entender ou sequer concordar com as ideias dos outros, mas é obrigatório aceitá-las. Chama-se viver em liberdade... Obrigada e beijinhos

Tulipa Negra disse...

Mz, claro que esse preconceito continua a existir e, infelizmente, não deixará de existir tão cedo. Claro que o crime é chocante e claro que o motivo teve de ser muito forte. Mas o que mais me ipressiona é que há quem dê mais importância à orientação sexual dos envolvidos do que ao crime propriamente dito.
Beijinhos

Tulipa Negra disse...

José Maria Souza Costa, assim que puder vou espreitar. :)

Inês disse...

Hoje no café só me apeteceu dizer umas quantas coisas a um homem que lá estava porque esteve 5 minutos a dizer paneleiro de merda e afins.
São estas pessoas e estas atitudes mesquinhas que mostram o preconceito que existe entre nós.
E é tão feio isso!!!

Tulipa Negra disse...

Inês, era só isso que eu queria mostrar. Para certas pessoas, parece que o morto tem culpa de ter sido assassinado...

Malena disse...

É muito triste... Quantas mulheres jovens são assassinadas e violentadas po homens mais velhos e ninguém se pronuncia? Aqui todos querem relevar o que acham bizarro! Não se lembram que são dois seres humanos e que um morreu às mãos do outro em circunstâncias de extrema violência. Isso é que interessa! Gay ou straight, isso é secundário!
Pessoalmente, tenho pena de ambos!

Vera, a Fera disse...

Acho que se esquecem do essencial "Matou", por vezes as pessoas são tão pequenas... agora fiquei chocada.

Tulipa Negra disse...

Malena, parece que é mais estranho ser homossexual do que ser assassinado. Acho que isto diz muito da sociedade em que vivemos... Mas concordo contigo, são duas vidas destruídas.
Beijinhos


Vera, eu fiquei chocada com o crime, claro, mas depois ainda mais quando vi o tipo de comentários às notícias. Nem queria acreditar...
Beijinhos

Rafeiro Perfumado disse...

Está-se a ligar mais à orientação sexual dos envolvidos do que ao crime em si. De qualquer das formas, temos o circo montado durante meses, para alegria das revistas cor-de-rosa.

Tulipa Negra disse...

Rafeiro, crime? Qual crime? Aparentemente, há quem ache que nem foi crime... Já as revistas cor-de-rosa até devem agradecer por terem assunto novo para encher as páginas.

Imperator disse...

estes génios.... também votam...

para nosso mal o mundo vive destas noticias, quais presidenciais, quais crise... um homicídio e a coisa tá a vender


jornalismo sensacionalista é o que o povo gosta, o belo do circo

Tulipa Negra disse...

Imperator, além de votarem, estes génios também se podem candidatar e alguém pode votar neles. Preocupa-me mais esta última hipótese... :)

JoeFather disse...

Um crime é um crime, se fosse entre um homem e uma mulher mais jovem, como seriam as manchetes?

Disseram de tudo, menos que ali haviam dois seres humanos que fizeram suas escolhas!

Quanto à pedofilia, inexiste quando o jovem tem mais de 20 anos, isso é fato!

Parabéns pela divulgação e participação!

Abraços renovados!

Tulipa Negra disse...

JoeFather, a questão é precisamente essa: é um crime, independentemente dos envolvidos. O problema é que envolve pessoas com uma orientação sexual diferente da considerada normal, e logo aparecem os moralistas a criticar. Só faltou dizerem que a culpa do homicídio foi do morto... Enfim, as mentalidades não mudam facilmente.
Obrigada pela visita.
Beijinhos

Fia disse...

Já tinha lido uns quantos da colectânea mas vê-los assim tão seguidos dá-me a volta ao estômago.
Entre o medo de que as pessoas pensem realmente o que escrevem e a certeza de que há muitos mais de onde estes vieram, sinto-me parte de um país que, na sua maioria, não me aceita como sou. E só isso basta para me ajudar a dar cada vez mais a cara e destruir este perigoso preconceito :)

Tulipa Negra disse...

Fia, acho que é por esse medo e por essa certeza que muita gente tem medo de dar a cara, como tu fazes. O preconceito existe, infelizmente, e vai ser preciso ainda muito tempo para o destruir... :)
Beijinhos