27 de janeiro de 2011

Há gente com passatempos muito estranhos # 2

Isto ameaça tornar-se uma rubrica habitual...

Então agora dou com este que decidiu experimentar uma coisa nova todos os dias, durante um ano, e cronometrar o feito. Parece que a ideia é perceber a diferença entre o tempo real que demoramos a realizar uma acção e o tempo que percepcionamos. Ou seja, quer provar que time flies when you're having fun.

As experiências incluem tentar andar em cima de andas feitas em casa (ontem), cozinhar uma refeição numa lareira (dia 21), jantar com um sem-abrigo (dia 18), aprender Swahili sozinho, em casa (dia 14) ou ver tinta a secar (dia 11). No fim da experiência, o autor indica o tempo que lhe pareceu demorar e depois o tempo real. Se quiserem, também podem sugerir coisas que gostariam de o ver fazer.

9 comentários:

Vício disse...

apanhar um sabonete com a bordas do cu.
há gente realmente desocupada...

Lou Alma disse...

Ai , desculpa, tive que me rir.
Andar em cima de andas feitas em casa sou pro. gosto de andar encavalitada: ver as coisas de uma perspectiva ligeiramente diferente do que é normal :) . Agora , a ideia do vicio nunca me tinha passado pela cabeça :). Mas a desprocupação faz bem à saude e enquanto houver gente com ideias destas nos vamo - nos divertindo ;)

Tulipa disse...

Eu acho fantástico!! :) kisses

Rafeiro Perfumado disse...

Eu gostaria muito de o ver a cavar os alicerces do novo aeroporto ou, em alternativa, a testar a resistência do corpo humano ao impacto com o TGV...

Tulipa Negra disse...

Vício, gente desocupada e com uma imaginação muito fértil! Olha, envia-lhe essa sugestão. Na volta, ele aceita... :)


Lou Alma, ri-te à vontade que eu também me ri! :)
Eu quero ver é se ele aguenta o ano todo...


Tulipa, eu até gostei da ideia de experimentar coisas novas todos os dias. E é verdade que o tempo que percepcionamos nem sempre corresponde ao tempo real.
Beijinhos


Rafeiro, deixa lá estar o aeroporto sossegado, que a mim dá-me mais jeito o que já existe ali na Portela. :)

Ti Coelha disse...

Ver tinta a secar?? Isso é ainda é pior que o cúmulo da paciência: pôr uma bosta numa gaiola e esperar que cante.

...

Tulipa Negra disse...

Ti Coelha, essa não conhecia mas já me fartei de rir! :)
Beijinhos

Ulisses disse...

Pá...
...há passatempos mais estranhos...

:)

Tulipa Negra disse...

Ulisses, mais estranho do que ver a tinta a secar? Pronto, acredito... :)