10 de agosto de 2010

Silly Season ao jantar

Explanada no Parque das Nações, não interessa o nome porque não quero um processo em cima mesmo sendo verdade o que vou contar. 8h30 da noite de segunda-feira, mais de 30º na rua. Duas pessoas sentam-se numa mesa, mais tarde chega uma terceira.

O pedido:
- um crepe
- uma tosta de frango e queijo
- um jarro de chá gelado.
- um café para o terceiro elemento, que já tinha jantado.

Passado algum tempo, o empregado traz o chá gelado e pergunta:
- A senhora pediu alguma coisa para comer?

Repeti o pedido e percebi logo que esta noite ia correr bem...

O que o empregado trouxe, parte 1:
- o crepe
- a tosta ainda está a tostar.

O que o empregado trouxe, parte 2 (muuuiiiito tempo depois)
- o café (os grãos tiveram de ser torrados, claro está)
- da tosta, nem sinal - os frangos custam a morrer, com este calor...

A explicação surreal:
- Houve um problema é que perdeu-se o papel onde estava o pedido e o cozinheiro fez uma tosta de queijo simples mas dissemos-lhe que era de frango e queijo e já está a fazer a nova. Peço desculpa mas foi por causa de se perder o papel...

Novo pedido:
- uma água das Pedras com sabor a limão
- um quarto de água - um quarto de litro, obviamente, mas isto devia ter sido bem explicadinho...

O que o empregado trouxe, parte 3 (entretanto são quase 10 da noite):
- finalmente, a tosta: menos mal, ainda como no dia em que encomendei...
- água das Pedras com sabor a maçã e cidreira
- um copo meio de água.

Fiquei sem saber se era do calor ou se o empregado era marciano...

6 comentários:

Manuela disse...

Tulipa,
surreal, mas é do calor, sem dúvida ;)

Vício disse...

deduzo que já tenhas saído da esplanada a esta hora...

Ulisses disse...

É giro...

Comigo havia um pedido suplementar:
-Livro de reclamações.

Curiosamente parece que tudo se resolve por artes quase mágicas depois deste pedido...

:)

Tulipa Negra disse...

Manuela, deve ser desidratação...
Beijinhos


Vício, não foi a esta hora, mas era perto da meia-noite. :)
Beijinhos


Ulisses, houve um pedido suplementar: uma fatia do Melhor Bolo de Chocolate do Mundo. Já se sabe que eu é mais bolos... ;D
Beijinhos

Quando e como eu quiser disse...

Isto é surreal. Se é assim tão desastrado porque é que não acenta tudo num bloco? Ah, sem perder o bloco claro!

Tulipa Negra disse...

Quando e como eu quiser, aparentemente havia um papel com o pedido, o tal que se perdeu pelo caminho entre a esplanada e a cozinha...
Beijinhos