7 de agosto de 2010

Cansaço

Esta sensação que me vai roendo por dentro, este pensamento que não me sai da cabeça e não me deixa descansar. Quase não durmo, tenho insónias, não consigo concentrar-me em mais nada a não ser nisto, e vai-me consumindo até ocupar todo o espaço e não me deixar respirar. Alastra como um vírus, contagia tudo à minha volta, pinta o dia de cinzento escuro por mais brilhante que esteja o sol, levanta um vento frio que me gela até aos ossos, congela-me o sangue nas veias e nem o calor abrasador de Agosto o consegue aquecer. Fecho-me em mim, adoeço, escondo-me dos outros por receio de os afastar, calo-me para não dizer o que sinto, ninguém conseguiria compreender. Isso resolve-se, não dramatizes, não é o fim do mundo. Pois não. Mas estou cansada de esperar.

10 comentários:

ana disse...

Sei o que isso é. Oh, se sei. Gostei do texto..

Tulipa Negra disse...

Ana, obrigada. Beijinhos

Vício disse...

para além dessas condições atmosféricas que descreves, não consegues arranjar umas chuvas para ajudar no combate aos incêndios?

Tulipa Negra disse...

Vício, a chuva de ontem não te chegou? Já deu para sujar os carros...
Beijinhos

aluisio martins disse...

creio ser este o momento de maior saúde, a hora em que não se pode mais fugir de si, hora de viajar para dentro para regressar mais forte...
belo sítio
abs

Tulipa Negra disse...

Aluisio, obrigada.
Beijinhos

viajanteintemporal disse...

Que se pode dizer de um estado de alma que se conhece bem? Talvez que, o mal é não sentir nada cá dentro, é ser noite e não conhecer o sol, é ser gelo eterno e não derreter, é não amar o que é bonito. Um dia, esse estado vai mudar e o sol vai voltar a brilhar:) Beijinhos e boas férias.

Tulipa Negra disse...

viajanteintemporal, obrigada pelo teu comentário, adorei a forma como descreves esse estado de alma. Beijinhos

Lou Alma disse...

É mais ou menos isso sim, também preciso de férias de mim de preferencia

Tulipa Negra disse...

Lou Alma, as férias ajudam, sem dúvida.
Beijinhos