2 de março de 2011

Poeta duro de ouvido

Arranjaram-me uma geringonça que, em princípio, deveria facilitar-me o trabalho. É um simples microfone que se liga ao PC através de um cabo USB. Obviamente, tem de estar associado a um programa de reconhecimento vocal, caso contrário não serve de nada. Depois eu falo e, como por artes mágicas, as palavras aparecem escritas no ecrã. Simples, não é? Pois.

Mas depois uma pessoa começa a ditar... Bom, verdade seja dita, a coisa até funciona bastante bem. Mas também surgem algumas pérolas, como eu dizer "eixo e medida" e ver escrito "deixou em Madrid" ou "digitalização de documentos" aparecer como "digital visa a sessão de documento".

Mas o melhor resultado até agora foi esta sequência (não me lembro o que ditei, mas garanto que não foi isto e que fazia sentido):

"A abrir em prova foi, Margarida Nova de ouro no átrio foi a Lisboa voltou ao Margarida Nova de ouro no átrio foi a Lisboa voltou ao pelo valor da nossa base"

Com as quebras de parágrafo no sítio certo, isto é poesia pura!

8 comentários:

João(mais nada) disse...

só pra rir...só pra rir...

Inês disse...

Ehehehehehehe

Malena disse...

Conheço a geringonça e queriam que a usasse nas entrevistas da dissertação de mestrado!! Preferi fazer as transcrições "euzinha"!! ;)

Tulipa Negra disse...

João, torna o trabalho mais divertido! :)


Inês, ri-te, ri-te! :D


Malena, até não funciona nada mal, na verdade, mas parece que é preciso treinar o bicho para ele se habituar à nossa voz e eu não tive tempo para isso, usei mesmo assim. Por isso é que tive estes resultados tão giros, mas o documento era bem grande e em comparação a quantidade de asneiras foi mínima.

luisa disse...

:) se calhar "o bicho" precisa de um aparelhinho daqueles das casas "sonotone" ou o que é...

Tulipa Negra disse...

Luisa, bem visto! Um dia destes experimento ditar um post com isto para ver o que dá... :)

Ulisses disse...

Pois...
...sabes que a microsoft está a ter problemas de embarda devido à riqueza fonética da lingua Portuguesa...

...esse software deve estar a funcionar bem quando as galinhas criarem dentes...

:)

Tulipa Negra disse...

Ulisses, este software não é da Microsoft, caso contrário não funcionaria de todo... :)
Na verdade, como já expliquei, funciona até muito bem. Mas é preciso perder (ou ganhar) algum tempo a treiná-lo para a minha voz, entoação, etc., e até é possível personalizar uma série de opções que vão melhorar consideravalmente os resultados obtidos. Até ao momento, que eu saiba, é o único disponível para Português europeu, os outros que existem são para o outro lado do Atlântico.