8 de maio de 2012

Alegrias da maternidade I

Deixar de poder dormir a noite toda seguidinha, assim até me apetecer, tipo sem despertador e tudo, acordar com o Sol a entrar pelas frestas dos estores ou com o canto dos pássaros no beiral do telhado ou com os saltos altos da p*** da vizinha de cima que raios a partam não sabe usar chinelos em casa, e virar para o lado e continuar a dormir até à hora de almoço.

Que eu até costumo acordar cedo, mesmo ao fim-de-semana, mas de há uns meses para cá sinto saudades de poder dormir até tarde...

2 comentários:

Orquídea Selvagem disse...

Não te quero assustar... mas eu só consegui dormir uma noite inteira depois de passar os primeiros dois anos da vida do meu filho a dormir aos bocadinhos.

Está tudo bem com o rebento?

:)

Tulipa Negra disse...

Orquídea, felizmente ela até dorme a noite toda seguidinha. Só que a noite toda para ela são 5 ou 6 horas... Tirando isso, tudo óptimo!
Beijinhos